Saiba como proteger seus dados contra golpes aplicados nas redes sociais

O mundo online cada dia te proporciona um volume maior de oportunidades e inova√ß√Ķes, seja para pesquisas, imagens e bancos. Tudo isso podendo ser acessado na palma da sua m√£o, com apenas um smartphone, por√©m, junto com todos esses benef√≠cios, tamb√©m existem alguns riscos, e cibercriminosos se aproveitam disso para aplicar golpes nas redes sociais com o intuito de roubar os dados dos usu√°rios.

Um dos golpes em que nós brasileiros mais estamos acostumados é o chamado Phishing, porém, as coisas estão mudando e os hackers agora visam principalmente usuários que utilizam as redes sociais, como Instagram, Facebook e até o aplicativo de mensagens WhatsApp.

Antes de explicar melhor sobre os golpes no mundo digital, o que preciso ressaltar, √© que voc√™ usu√°rio n√£o compartilhe nenhuma senha, seja por e-mails ou redes sociais, al√©m disso, se voc√™ receber um link que desconhece, desconfie, pois esse √© o golpe mais comum aplicado pelos cibercriminosos, chamado de ‚Äėphishing‚Äô, que nada mais √© do que o envio de um site malicioso, geralmente via e-mail, SMS e agora o WhatsApp, que tem se tornado o meio preferencial.

Assim, quando voc√™ desconhece e acaba preenchendo esse formul√°rio no site falso, est√° fornecendo os seus dados para um golpista, que pode utiliz√°-los para uma s√©rie de a√ß√Ķes maliciosas e, dependendo da informa√ß√£o transmitida, at√© clonar o WhatsApp da v√≠tima. Minha dica √©, seja sempre cauteloso, desconfie da origem, sempre procure identificar a fonte e fique atento √† ortografia, pois, conte√ļdos e informa√ß√Ķes inventadas costumam ter erros de portugu√™s.

Vale destacar tamb√©m que durante o per√≠odo auge da pandemia, nos anos de 2020 e 2021, o Brasil foi o pa√≠s com maior n√ļmero de ataques dessas mensagens fraudulentas (phishing). Na minha vis√£o, quem navega no mundo online deve evitar sempre expor os dados pessoais nas redes sociais, como nome completo ou CPF, e nunca deixar o perfil de forma p√ļblica.

Um dos golpes mais comuns nas redes sociais é o sequestro de perfil do Instagram, em que os criminosos invadem a conta da vítima, e começam a oferecer produtos ou serviços falsos via pagamento pelo Pix. Em alguns casos, esses hackers também chegam a abrir contas digitais utilizando os dados do usuário.
Um dos modos que utilizam para obter o controle de sua conta, é enviar mensagens via direct, com o falso recebimento de selo azul. Ao clicar no link dessa mensagem enviada e preencher os dados, o hacker invade a sua conta, altera o e-mail, telefone e até o idioma do perfil.

Um dica para que você não caía neste tipo de golpe é habilitar a verificação em duas etapas no aplicativo e no e-mail vinculado. Destaco aqui também que a verificação por SMS ou WhatsApp, não irá garantir sua segurança, e recomendo a utilização de aplicativos autenticadores, além de ressaltar que o Instagram não envia mensagens via direct, mas apenas pelo e-mail do aplicativo.

Uma das primeiras orienta√ß√Ķes caso voc√™ tenha sido v√≠tima de algum golpe nas redes sociais, √© necess√°rio efetuar o registro da ocorr√™ncia em uma delegacia mais pr√≥xima, principalmente em casos de invas√Ķes de perfil ou contas banc√°rias, al√©m de n√£o esquecer de possuir senhas fortes e √ļnicas para cada perfil, com combina√ß√Ķes de letras mai√ļsculas, min√ļsculas e n√ļmeros. Desconfie de grandes promo√ß√Ķes, n√£o confie em mensagens pedindo informa√ß√Ķes pessoais ou dinheiro e sempre deixe ativo a autentica√ß√£o de dois fatores nas configura√ß√Ķes das suas contas.

Fonte: Olhar Digital